Curta a página no facebook

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

E como os búfalos seguiremos mansos... Até a manada estourar.




Ontem, quarta-feira 15 de dezembro, a Câmara Federal,  a mesma que vota o salário mínimo no país aprovou a equiparação salarial para parlamentares, ministros de Estado e para o presidente e o vice-presidente da República.    Todos passarão a ganhar R$ 26,7 mil a partir de fevereiro do ano que vem. Os deputados aprovaram um requerimento de urgência permitindo a apreciação do projeto ainda hoje. O placar foi de 279 deputados a favor, 35 contra, e três abstenções. Horas depois, o Senado também aprovou o reajuste. Enquanto isto, prevêem o reajuste do salário mínimo para R$ 580 em 2011 e que concede reajuste de 9,1% aos benefícios de aposentados e pensionistas que recebem mais de um mínimo.

Pela primeira vez me arrependo de ter votado em Paulo Teixeira para deputado federal, a postura de votar a favor do requerimento de urgência não exclui seu trabalho anterior na câmara, ou como vereador por São Paulo por diversas vezes.  Mas me deixa um travo enorme, até porque até o último instante estava indeciso entre o voto nele ou em Luiza Erundina, do PSB, que em perfeita consonância com sua trajetória política votou contra o requerimento.

Política não é dos assuntos que mais me agradam, até porque confesso meu autoritarismo e inabilidade no assunto, mas como divulguei minhas opções de voto, o que não deixa de ser uma forma de campanha, sinto-me na obrigação de manifestar minha frustração. 
Engraçado como não se tem a mesma urgência em votar quando o assunto é interesse do povo, e não é a toa que redes sociais, estejam hoje cheios de revolta e  “pior congresso da história” e “Fogo no congresso” sejam os temas de maior citação no twitter.

Mas só se frustra quem acredita, e continuo acreditando, não em propagandas que tornam qualquer um em salvador da pátria, ou um projeto em estrela cintilante - como o expansão metrô que mostrava um metrô maravilhoso (quase um fura fila),  e foi retirada do ar depois de constatado por usuários do dia-a-dia que este meio de transporte em São Paulo está sucateado.

Charles de Gaule o grande estadista francês já dizia, que o castigo dos que não se interessam por política é ser governado por aqueles que se interessam. Votamos naqueles que acreditamos, seja por discursos, por comportamentos, pela história de vida. E tentamos não errar, apesar de muitos deixarem claro já a que vem e ainda assim terem quem os eleve aos postos públicos de governança. 

É uma postagem de desapontamento e revolta o desta semana, e imagino os comentários que virão (?)... Paciência, sigamos em frente a espera de dias melhores.
  

Foto: Djair - Búfalos do João de Deus - Quebra Cangalha - Oliveira - MG
 

6 comentários:

  1. Você falou que estava meio inseguro... Achei óootimo. No ponto e no tom exato.
    Que bom que alguém ainda fica indignado.
    Abraço

    J

    ResponderExcluir
  2. Pois é, o que ainda prevalece em nossa política é justamente a falta de prática política no sentido original de trabalhar pela "pólis", pela cidade, pelo país. O clientelismo e os interesses pessoais ou de grupos sempre prevalecem sobre o "bem comum", fundamento da "res pública", que é o cuidar do que é público, justamente o contrário do que fazem nossos políticos profissionais, sim, porque a política no Brasil, tornou-se um espécie de emprego. O sujeito se elege ou é eleito pela sobra de votos de outro e depois de dois(!) mandatos, ou seja oito anos se aposenta(!). Em muitos países, se não me engano a Inglaterra e a França estão entre eles, alguns cargos, como os que correspondem a vereador e a deputado, não são remunerados. Cidadãos de bem dedicam algumas horas de seu dia para cuidar dos interesses de sua comunidade, sem receber nada por isso, ou melhor, a sua gratificação é ver a melhora de seu bairro, de sua cidade etc. Igualzinho ao que acontece aqui... Como bem você apontou Djair, nós somos responsáveis por isso, deixamos os lobos cuidadarem dos cordeiros. É, o próximo ano promete...

    ResponderExcluir
  3. Vigiai e orai sempre! Seu texto tá ótimo, sua insegurança vem de um perfeccionismo sem razão. Bom fim de ano, bjsss

    ResponderExcluir
  4. Passando aqui para lhe desejar um ótimo natal.Que Deus possa estar presente hoje e sempre em nossas vidas.Indiquei seu blog ao selo sabor de letra.É só ir lá no meu blog e pegar,fique a vontade.Fique com Deus.Bjs!Dani.

    ResponderExcluir
  5. "E ô ô vida de gado, povo marcado e povo feliz..." Trecho da música de Zé Ramalho.
    Ainda não sei dizer quem é pior; o político brasileiro ou o povo brasileiro que o elege. Daqui a pouco já é carnaval e mais uma vez a brava gente brasileira vai se esquecer do planalto central e seus problemas homéricos para se esbaldar nos sambódromos da vida.
    "Pelo prazer de chorar e pelo "estamos aí"
    Pela piada no bar e o futebol pra aplaudir
    Um crime pra comentar e um samba pra distrair
    Deus lhe pague". Trecho da música de Chico Buarque. Beijos Djair. Ana Angélica.

    ResponderExcluir
  6. Dja...como sempre, 10 a zero...sou a favor do voto facultativo, mas isso aqui no Brasil NUNCA vai acontecer. Beijinhos. :)

    ResponderExcluir