Curta a página no facebook

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

É natal? Oh!!!

Então é natal... Oh, que maravilha!...

Então vamos todos comemorar e confraternizar, comer e beber à vontade, distribuir e receber sorrisos, abraços e gentilezas tão sinceras como notas de r$4,35. O chefe escroto, que nunca reconhece o trabalho de ninguém, que assume as idéias dos subalternos e só dá atenção aos que lhes lustram os ovos ou ovários, chamará a todos para a confraternização... Que lindo... 



E como não bastasse, agora tem confraternização da sala, do setor, do prédio, da empresa...

E aqueles “colegas” que passam o ano enrolando, assim como aqueles que lhe puxaram o tapete a mais não poder durante todo o período, virão dar abracinhos rotos e tapinhas nas costas, com um “ai, desculpa qualquer coisa...”

Ah, e a hipocrisia máxima do amigo-secreto? Aquele, onde as pessoas escolhem o que querem ganhar via bilhetinhos colocados em uma caixa de sapato embrulhada em um papel de presente meio amassado... Ora se é para escolher, porque não se vai e compra de uma vez. Não, não se pode realmente arriscar e curtir o sabor de descobrir um presente legal e completamente inusitado. É verdade que sempre corre-se o risco de se ganhar um bloquinho para anotações, como vi em um Natal passado.

Orientadores que escravizaram orientandos no que podiam e co-assinaram trabalhos e publicações que mal, ou sequer, leram, vão ganhar presentinhos e com um sorriso cândido dizer que não precisava, enquanto os desembrulham apressados.
         E os amigos de verdade, aqueles que gostaríamos de ter visto mais amiúde, dos quais sentimos falta,  mas que nunca tiveram tempo para um encontro, telefonema ou e-mail, virão cedo, querendo marcar algo antes do tão fatídico dia do nascimento de nosso senhor Jesus Cristo, mais uma vez transmutado em menino Jesus.

         Ora senhores, que prazeres maiores que visitar a quem se gosta, sem compromisso de datas, natalícios divinos ou mortais; não é um regalo maravilhoso o presente fora de datas comuns, como natal, dias de pais, mães, amantes ou aniversários? Assim, mesmo aquela lembrancinha mequetrefe, como o segurador de bolsas que você ganhou no último congresso e vai dar de presente à sua prima, só pra não dizer que não lhe deu nada, ganhará até um ar de graça, pois significará que realmente lembrou, e quis dar algo a ela. Mande cartões ou e-mails pra dizer: hoje pensei em você, em como é bom quando podemos estar juntos e conversar sobre o que seja, apenas para beber de sua presença. Ao invés de cartão porque é natal e se acostumou a fazê-lo nesta data, como quem reza um pai nosso pensando no último capítulo da novela ou na conta a pagar no dia seguinte.


         Uma sugestão: o espírito de natal deveria ser diluído no decorrer do ano; com certeza isso faria as pessoas a quem realmente  se quer bem, muito mais alegres, se não felizes de fato, por sentirem-se lembradas e queridas. Pelo menos para mim, mais vale um almoço com amigos num domingo qualquer do ano, do que uma mesa repleta de mais comida do que se pode consumir, que vai fazer diferença no orçamento e com convivas que eu desconheço, até porque, como diz a canção de Rita Lee, no fim tudo vira merda. E ai de nós nos almoços que somos obrigados a ir, por obrigações/convenções sociais. É, às vezes a coisa não é tão má. Mas em outras a comida pode até fazer mal...

         Então é natal, que nossos melhores sentimentos sejam expressados de verdade, para quem de fato merece, para quem se gosta de verdade.  Sem hipocrisia.

         Um feliz natal, muito amor e paz pra você!


Fotos: Djair - Presépio - Cerâmica sergipana - Neópolis (SE)
                   - Araúcaria travestida em àrvore de natal.        

15 comentários:

  1. Um feliz natal, muito amor e paz pra você tambem!!!

    ResponderExcluir
  2. Natais.

    Gostei da sugestão. Poderia tb ser "aniversários". É muito chato ter que permanecer feliz por um dia todo, "porque esse é o seu grande dia".

    Abraços. Alex.

    ResponderExcluir
  3. Querido,
    Vou deixar nosso "poetinha" maior falar por mim...
    "Para isso fomos feitos:
    Para lembrar e ser lembrados
    Para chorar e fazer chorar
    Para enterrar os nossos mortos —
    Por isso temos braços longos para os adeuses
    Mãos para colher o que foi dado
    Dedos para cavar a terra.
    Assim será nossa vida:
    Uma tarde sempre a esquecer
    Uma estrela a se apagar na treva
    Um caminho entre dois túmulos —
    Por isso precisamos velar
    Falar baixo, pisar leve, ver
    A noite dormir em silêncio.
    Não há muito o que dizer:
    Uma canção sobre um berço
    Um verso, talvez de amor
    Uma prece por quem se vai —
    Mas que essa hora não esqueça
    E por ela os nossos corações
    Se deixem, graves e simples.
    Pois para isso fomos feitos:
    Para a esperança no milagre
    Para a participação da poesia
    Para ver a face da morte —
    De repente nunca mais esperaremos...
    Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
    Nascemos, imensamente."

    Poema de natal - Vinícius de Moraes

    Bom Natal para você!

    ResponderExcluir
  4. De qualquer forma passarei na sua casa no dia 26, se você não viajar.
    Bjão e até lá!

    ResponderExcluir
  5. O que mais me irrita é o lance do amigo secreto. Não participo MESMO.
    Graciele

    ResponderExcluir
  6. Bem, a crônica é bem ácida... Até parece que você conversou com
    Esteves (rs, rs). O pior é que é assim mesmo...
    A árvore e o pressépio ficaram lindinhos, lindinhos. Pena eu não estar
    aí para ver pessoalmente!

    Tania

    ResponderExcluir
  7. Dja, as fotos são dos enfeites da sua casa mesmo? Achei bem legal a árvore! bjs

    ResponderExcluir
  8. Sim, o presépio comprei em Neopólis - SE, e a àrvore araucária, cujo pinhão veio do sítio do Raphael Há alguns anos...

    ResponderExcluir
  9. Natal. Festa de fim de ano. Bem estive em um churrasco sábado na casa de uma das Educadoras. Em um dado momento a mãe dela fez uma oração e danou a falar do paiznho do céu que ia chegar.E eu lá, Começou o amigo secreto deles os participantes eram seus educandos.O primeiro presente a pessoa não veio e mandou o ptesente um pacotinho que cabia na palma da mão, e u a pensar o que será???? Quando abri o dito presente um chaveiro.......Minha amiga falou assim Carmem se fosse você........faria uma cara.Só respondi por isso não entro......risos, e as entregas continuaram......

    ResponderExcluir
  10. Ninguém merece esta hipocrisia se natal...
    Este trecho é especial e vc está certíssimo: " Uma sugestão: o espírito de natal deveria ser diluído no decorrer do ano; com certeza isso faria as pessoas a quem realmente se quer bem, muito mais alegres, se não felizes de fato, por sentirem-se lembradas e queridas."

    Concordo tb que chamar de boazinha não dá!!!!rs

    Um grande abraço pra vc e que o espírito de Natal esteja sempre diluído no decorrer do ano!!!!

    Adriana

    ResponderExcluir
  11. o q é segurador de bolsa? Bom..da minha parte vc nunca está abandonado, mas pode aproveitar o espirito de Natal p/ reconsiderar da sua decisão de bloquear meus aplicativos...rsrsrs viu como faz falta não receber atenção? rsrsrs
    Em relação ao Natal deixo só uma pergunta: onde cabe Jesus nisso tudo?
    Meu feliz natal vc vai receber no face...

    ResponderExcluir
  12. Olá Djair!!!

    Gostei muito desta crônica, apesar de verdadeira, é um tantinho quanto ácida...
    Mas admiro esta característica sua, pois criticar mostra conhecimento, afinal quando fazemos críticas sabemos BEM do que falamos (apesar da maioria das pessoas não gostar disto!).
    Apesar de concordar com o fato de toda hipocrisia que envolve esta comemoração, seja no trabalho, família, amigos e até no comércio... Nasci no Natal! BINGO!
    E agora?!?!? Hahaha não me resta muita coisa, além de comemorar meus aniversários recebendo os parabéns, geralmente, com uma vela espetada num peru recheado de farofa (isto me lembra mais um "despacho") e muitas vezes os parabéns vêm de pessoas que não vi durante os outros 364 dias do ano... enfim... que o verdadeiro espírito de Natal envolva a todos nós...
    Boas Festas para você e que 2011 seja um ano melhor!
    Beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  13. A única festa de aniversário (ainda que em data simbólica) onde o aniversariante não recebe o presente que ELE quer.
    Uma festa onde quem se dispõe em comparecer troca presentes com os outros... menos com o aniversariante!
    Festividade onde o aniversariante quase não é lembrado pois tem alguém que usurpou o seu lugar...
    Tempo de festejar recordes de vendas...

    ResponderExcluir
  14. MA RA VI LHO SOOO !
    Esse é um texto que dispensa comentários, concordei com tudo!
    Bjs Rô. ( Quero-quero ) rsrs

    ResponderExcluir
  15. Com certeza. Maravilhoso texto. Confraternização eu já cheguei a dizer cancelando a minha presença: Olha, desculpem, mas não tenho nada pra confraternizar. Que o espírito de natal seja diluído nos 365 dias do ano. O Ser Humano é capaz disso. Ele só não sabe.

    ResponderExcluir