Curta a página no facebook

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Saudades da garoa...

Só tem chuva Repleta de químicos e fuligem de carro Não tem mais garoa Quando tinha, garoa tinha acento Era "garôa". Tem aterros Lixo urbano Lixo humano Córrego canalizado Canalha de pano passado Idiota bem arrumado Não tem mais garoa Quando tinha Havia menos Garotas com pênis Garotas de programa Gente atrás de fama Não tem mais garoa Ainda tem gente chegando E ainda mais querendo ir embora Tem roubo De dinheiro De gente De carro De trem De avião Não tem mais garoa Tão bom que tivesse Pra lavar e levar tudo.
 

3 comentários:

  1. Isso mesmo! Precisamos de muita garoa!

    ResponderExcluir
  2. Cidade grande é assim, o que tem de encanto tem de espanto.

    ResponderExcluir
  3. E desencanto, a gente fica num canto, enrolado num canto querendo falar esperanto

    ResponderExcluir