Curta a página no facebook

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Tranças de Matildes




Cornélio Pires, em mensagem recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier em 13.02.1997 passa a quadrinha:
Inveja
A inveja é uma força oculta
Que, de raiva, se mantém,
Criticando a distinção
Que ela deseja e mantém.*

É de se lamentar a infelicidade de algumas pessoas, que só conseguem se sentir melhor se estão a falar mal de alguém ou de alguma coisa. Comentar o caso de alguém que se deu mal em uma empreitada, isso então para elas é a glória.
E não adianta falar: Não quero saber ou comentar sobre isto, elas virão atrás com o seu: “Ah, mas deixa só eu te contar...” E tome um bombardeio de vibrações negativas e, inconscientemente, mesmo que você não acredite no que ela fala sobre a outra pessoa, o veneno foi plantado, você acaba por mentalizar coisas negativas e , ao final do dia, ou mesmo já depois de livrar-se da presença da(o) infame, você estará se sentindo fraco, sem forças ou apenas triste, sem saber como essa sensação lhe abraçou.
É preciso cortar ao máximo os laços a fim de se desvencilhar, mas sempre estará à mercê de quando encontrar-se novamente com estes tipos e ouvir de novo: “_ Ah, eu já te falei o que...”
Desgraçadamente, as máscaras de simpatia a encobrir faces que não se podem ver, sempre acabam por encontrar quem lhes dê ouvidos, quem lhes compre as brigas... E ai de nós, ao virarmos as costas, pois sabemos de antemão que seremos “a próxima vítima”.
Piorando ainda os dramas cotidianos com maledicência, virá a implicar terceiros, com os quais acabamos por temer contato, por fazerem parte do círculo daquela primeira pessoa, implantando a dúvida: “_será que então o que eu comentar irá parar no próximo ‘plantão do jornal diário’”? E assim acabamos por afastar-nos de pessoas as quais em princípio nos sentimos bem em comungar diálogos e impressões.
Que Deus tenha piedade de nós.
*XAVIER, Francisco Cândido; PIRES, Cornélio (Espírito). Caminhos da fé. São Paulo: Instituto divulgação editora André Luiz. 1977.
Foto: Djair - Caranca - Museu do São Francisco - João Pessoa - PB.

9 comentários:

  1. Pessoas nocivas! O foda de tudo isso é qdo acabamos julgando um amigo/conhecido dessas pessoas antes de conhecê-lo. Eu sempre acabo colocando na mesma panela...é triste dizer isso, mas só em saber que alguém é amigo de alguém nocivo, já perco o interesse em conhecer.

    ResponderExcluir
  2. Sabe q eu tenho medo de pessoas assim? Eu sempre vejo a inveja como uma arma mortal q mata o invejado e depois o invejoso.

    ResponderExcluir
  3. "Assassinos de sonhos"!
    Esta é a definição que costumo dar a esse tipo de pessoas que você descreveu.
    Assassinos de sonhos porque não usam armas, mas sim palavras para causar intencionalmente a infelicidade de quem quer que seja. Neste intento, simplemente agem com voracidade e quase com um prazer orgástico ao proferir palavras negativas não poupando amigos e familiares!
    Como se livrar dessas pragas?
    Acredito que isso não seja possivel! Talvez Este tipo de criatura deva existir em nosso meio exatamente para testar a nossa paciência e treinar a nossa habilidade de escapar destas armadilhas.

    ResponderExcluir
  4. É, a coisa é feia...

    ResponderExcluir
  5. É verdade, Djair. Entendo que o comportamento descrito seja uma verdadeira perda de tempo, já que estamos na Terra para distribuir amor e fazer amigos. É perda de tempo e de recursos.

    ResponderExcluir
  6. Não absorver a inveja,é a melhor forma de combatê-la.Estamos cercados de inimigos ocultos,e para mim,a melhor maneira de lidar com isso é sermos totalmente leves de espírito;não deixarmos nos abater por um sentimento tão mesquinho,diante da grandeza que somos e,principalmente,da capacidade de espalharmos o amor.
    Beijão,Djair!Dani.

    ResponderExcluir
  7. Essas pessoas sao as que sugam as energias se nao formos muito positivos e afastá-las do nosso convivio corremos o perigo de ficar pra baixo mesmo sem saber bem porque.
    Devemos confiar em nós mesmos e nos livrar o antes possível dessas más influências.
    Bjao no coraçao querido amigo...Soni@

    ResponderExcluir
  8. hummmmmm, bom vamos evitar para nossa melhora espiritual.

    Abraços Carminha

    ResponderExcluir