Curta a página no facebook

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Trova pequenina

     Realmente, uma “crise criativa” se apossa de mim nos últimos tempos, mais vontade de ler do que de escrever. Nenhuma vontade de reler e corrigir textos (meus); mas para rebater, nada como voltar ao blog, afinal escrever também é um ato de disciplina e de libertação, de liberação, então 'bora' reagir, como doses homeopáticas são recomendadas voltemos com uma pequenina trova, coisa suave, como quem ouve violinos e colhe sorrisos. 
Foto: Djair/Banco em rua bucólica da cidade de Goiás (Vulgo: Goiás Velho) - GO
 Os pés
As pétalas
O Pisar
Passo a passo
Flores no teu caminhar.

5 comentários:

  1. Violinos e sorrisos? Colheita maravilhosa, hein.

    ResponderExcluir
  2. Fofuras... mente viajando em planos outros, gestando alguma maravilha.... aguardemos!!! rsrs... bjs

    ResponderExcluir
  3. E não há nada mais lindo do que pisar imerso em flores.

    Singeleza em flor o seu poema,Dja!

    Beijão!Dani.

    ResponderExcluir