Curta a página no facebook

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Lar



Chegar em casa

Achar-te em brasa
E por falar em brasa
Achar comida quente
E por falar em mesa posta
As contas e cartas sobre a outra
E por falar em mesa de centro
Ficou lindo o jarro com as flores dentro

E por falar em flores
Viu como está belo o jardim?
E por falar em quintal
Como essa cachorra cresceu
E com licença de Adélia, a Prado...
Pra que falar em amor, "essa palavra de luxo"?

Foto: Djair - Mocinha (minha cachorra) no topo da escada. - Setembro 2008

5 comentários:

  1. Que lindo isso Djaiiiirr!!!!
    Me fez visualizar a estória.
    Ví o lugar , as correspondências, a mesa
    com o vaso de flores; Acredite! O cachorro veio feliz , com seus pelos longos que subiam e desciam enquanto ele corria. O jardim então ... Belo jardim mesmo!!
    Você´s tem razão : "Pra que falar de amor, essa palavra de luxo" ....se eu viver tudo
    o que acabo de imaginar, não precisarei morrer de amores!
    Aliás, QUEM PRECISA MORRER DE AMORES NÃO É MESMO?!!

    ResponderExcluir
  2. passando por aqui e admirando sua veia poética, me chamou atenção este pela dinâmica e o ritmo e o assunto, bem original, vc está de parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Chegar em casa e sermos recepcionados com um abanar de cauda, lambidas no rosto ou mesmo um miado não tem preço.
    Amei Djair! Animais, crianças e/ou plantas em casa é sinal de um lar feliz. Beijos.
    Ana Angélica.

    ResponderExcluir
  4. Djair, você é grande! Isso que você escreveu é lindo. Deve ser lido muitas vezes para que possamos pensar, refletir e crescer.
    Abraço, Luiz Otávio de Lima Pereira

    ResponderExcluir
  5. E por falar em poesia
    Que delicia encontrar esse poeta ...
    Com a participação especial de Dona Mocinha [assim mesmo com letra maiúscula]
    lindo. Bjos, Le

    ResponderExcluir